© 2015 por Clinica Politano

Sexualidade

 

O sexo que por vários séculos era visto como forma de reprodução sendo o prazer feminino reprimido, passou a não ser limitado a concepção fazendo com que a mulher moderna fosse mais valorizada e participativa contribuindo para melhora da qualidade do ato sexual.

 

Qual a idade para a primeira relação sexual?

 

O inicio da atividade sexual não tem idade, é claro respeitando a maturidade do aparelho genital feminino, mas é claro passa obrigatoriamente por compromisso e confiabilidade do parceiro. Sempre é importante dizer que muitas mulheres acabam achando esse momento mais tardiamente e isso não significa qualquer distúrbio de personalidade.

 

Na primeira relação sempre sangra?

 

Não. A rotura do hímen na relação pode ou não ser acompanhada de sangramento ou dor, mesmo porque algumas mulheres tem hímen complacente (“com elasticidade” ).

 

 

Como é a resposta sexual da mulher? e do homem?

 

São respostas diferentes apesar das fases (desejo, excitação, orgasmo e resolução) serem as mesmas mas com características e duração diferentes. Normalmente fatores externos interferem mais na resposta sexual da mulher que do homem.

 

O homem ejacula e a mulher?

 

Normalmente não se pode falar em ejaculação feminina. A ejaculação no homem tem mecanismos próprios pois é acompanhada de contrações involuntárias e rítmicas da musculatura pélvica enquanto na mulher pode ocorrer perda de secreção oriunda das glândulas vaginais e periuretrais durante o orgasmo.

 

Por que tenho dor ao fazer sexo?

 

Em alguns casos essa dor está relacionada a um problema orgânico e sempre é bom iniciar a pesquisa fazendo uma consulta com seu ginecologista para uma avaliação criteriosa. Por outro lado a dor sem qualquer alteração anatômica ou funcional tem fundo emocional. as variáveis são muitas e só serão resolvida se você não ficar numa posição defensiva e conversar abertamente sobre tudo inclusive sua opção sexual com seu ginecologista ou sexólogo ou psicóloga.

 

 

Quais medicamentos podem diminuir a libido?

 

Primeiro é importante saber que qualquer dos medicamentos podem ou não diminuir a libido, pois a resposta é individual. Na listas dos medicamentos que podem interferir na libido temos: ansiolíticos, antidepressivos, anticoncepcionais, anti-hipertensivos , anti-histamínicos e antigripais.

 

Como o Dr vê a masturbação?

 

Com muita naturalidade. É fato: as mulheres se masturbam menos que os homens, mas isso é cultural pois os homens muito cedo são estimulados a explorar a sua sexualidade. A masturbação sem tabus, sózinha ou acompanhada aumenta o prazer e pode ser um caminho para as mulheres com baixa função sexual